Bem vindo! Sua interação é importante neste espaço e em nossas vidas. Nosso trabalho não teria tanta relevância sem a ação do Espírito Santo e sem a sua participação. Faça um pouco mais pela causa missionária saindo das quatro paredes. Não limite a sua VISÃO nem o seu campo de atuação ministerial. Escreva-nos, ore, contribua ou divulgue este site. Seja PARTE deste projeto, pois "o nosso campo é o mundo"! Mateus 13.38

Claudemir Silva. Tecnologia do Blogger.

19 de fev de 2013

A Irmã Mais Velha no Contexto Burkinabe

Na sociedade burkinabe acontecerá que a irmã mais velha não falará antes que os homens já tenham falado. Todavia, enquanto membro da família ela terá sua oportunidade para expressar e dar uma opinição sobre determinado assunto, mas, ela não decidirá nada. Se esta mulher por exemplo perde seu marido e a família decidir lhe dar um novo marido, ela culturalmente deve acatar. Na condição de recusa esta mulher é desconsiderada por não dar sequência aos costumes locais. Outro caso, está na divisão dos bens numa família, por ser mulher ela receberá a menos parte. 

 

A Manutenção do Lar Burkinabe

Este assunto tem muitas variações. Por exemplo, haverá famílias que quem se ocupará da manutenção do lar será a mulher. Como a miséria e a falta de trabalho é intensa, a mulher fará de tudo para alimentar sua casa ajudando o seu marido. Enquanto ao homem, ele poderá dividir as reponsabilidade deixando a mulher trabalhar, ele poderá não fazer nada deixando o encargo apenas para a esposa, ele poderá assumir todo o papel de sustentar o lar,  como ele poderá  trabalhar apenas para si manter fazendo um outro bico para ganhar uns trocados.

Nós convivemos num lar burkinabe e quem saia todas as manhãs para ganhar o pão era a mulher enquanto o marido não fazia nada. Seu único negócio estava na ocupação de alguns porcos e cabritos, isto na estação da seca, pois na estação da chuva o marido reune toda a família para ir cultivar no campo. Agora pode acontecer do pai levar apenas os filhos homens para o campo. Tudo isto dependerá da etnia, da religião e dos costumes aprendidos por este homem.

Culturalmente, numa ramificação do islamismo de Burkina, não será aceito que a mulher saia para trabalhar, pois para eles o papel da mulher está exclusivamente na ocupação do lar. Dizem eles que isto é dito no Corão, mas percebemos que esta obrigação é uma forma de reprimir a independência da mulher na sociedade burkinabe.Em todo caso, como o homem é o chefe da casa, na condição de provedor, cada dia da semana ele terá que dar uma quantia em dinheiro para que a mulher vá à feira comprar o tempero para fazer a refeição.


Em Burkina o Marido Educa a Mulher

Como a sociedade africana fundamenta seus valores em torno dos homens, ela será baseada sobre a autoridade da figura masculina. Logo, tradicionalmente em Burkina nos vilarejos é o marido quem educa sua mulher e nesta relação marital, ele adaptará sua esposa segundo o seu  interesse. A mulher é tão dependente do marido que até para sair de casa é necessário pedir ao esposo. Outro dia evangelizamos uma mulher no hospital e depois de tanto persuadi-laesta senhora disse que para tomar a decisão de aceitar Jesus precisaria falar com seu marido. Como a mulher não é considerada em Burkina, a repressão e o medo de sanções conduzem as mulheres a agirem assim.


18 de fev de 2013

O Que é Chicorée?

Recentemente tomei coragem e decidi provar uma bebida cultural em Bobo Dioulasso chamada de CHICORE. Mas do que é feito o chicore? O Chicore é uma bebida não alcoólica, fruto de uma mistura de café com gotas de limão e gengibre servida quente. Particularmente gostei e recomendo tomar, agora o único cuidado que temos que ter é com a higiene do lugar ou do vendedor ambulante que vende esta bebida.

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |