Bem vindo! Sua interação é importante neste espaço e em nossas vidas. Nosso trabalho não teria tanta relevância sem a ação do Espírito Santo e sem a sua participação. Faça um pouco mais pela causa missionária saindo das quatro paredes. Não limite a sua VISÃO nem o seu campo de atuação ministerial. Escreva-nos, ore, contribua ou divulgue este site. Seja PARTE deste projeto, pois "o nosso campo é o mundo"! Mateus 13.38

Claudemir Silva. Tecnologia do Blogger.

21 de jun de 2013

A Ethnia Mossis e o Moogho Naaba em Burkina

Entre os MOUSSÍS, principal etnia de Burkina Faso, vai existir a figura do chefe supremo da ethnia. Sobre este homem também estão os títulos de rei, imperador e presidente. Tradicionalmente ele é o Chefe do Reino de Ouagadougou. Seu título na lingua MOORE é Moogho Naaba (Pronunciamos MOGO NABA). Naaba em Moore quer dizer respeito. Oficialmente seus direitos são: Receber ofertas, ser consultado, dar conselhos e receber as mesmas prerrogativas de um presidente. A única diferença é que ele não poderá viajar, pois sua missão é proteger a sua etnia, na prática ele como uma espécie de um guerrilheiro. Na visão dos MOSSIS, este senhor é mais importante do que o Presidente de Burkina Faso, Blaise Campaoré. Segundo informações, por causa das tradições étnicas, o presidente se prostra diante do Moogho Naaba. Tradicionalmente, sexta feira é o dia em que este chefe faz suas "guerras", ou seja, ela parte para algum lugar para fazer seus rituais. Este senhor sempre caminhará acompanhado de alguns "ministros" também chamados de notáveis que na prática são feiticeiros. São eles: O ministro do sol, o ministro da chuva,etc... Em Burkina também haverá outros reinos e outros chefes, porém nenhum dos demais reinos são tão respeitados como o Reino dos Moussis (dizemos MOSSÍ).


GUERRA E MINISTROS - A influência animista leva o povo do vilarejo a identificar alguns fatos e personagens com tais conotações para valorizar suas crenças.

Comentários:

Postar um comentário

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |