Bem vindo! Sua interação é importante neste espaço e em nossas vidas. Nosso trabalho não teria tanta relevância sem a ação do Espírito Santo e sem a sua participação. Faça um pouco mais pela causa missionária saindo das quatro paredes. Não limite a sua VISÃO nem o seu campo de atuação ministerial. Escreva-nos, ore, contribua ou divulgue este site. Seja PARTE deste projeto, pois "o nosso campo é o mundo"! Mateus 13.38

Claudemir Silva. Tecnologia do Blogger.

26 de fev de 2014

O Suicídio em Burkina Faso

Recentemente um conhecido nosso da etnia dagari se suicidou e por conta deste fato, descobrimos uma nova faceta da cultura burkinabe. Diante desta tragédia, aprendemos que algumas etnias burkinabé interpretará o suicídio como uma maldição. Culturalmente quando alguém morre e é sepultado na cidade, dependendo de sua religião, seus parentes partirão para o vilarejo de seu nascimento para fazer sacrifícios e rituais aos ancestrais. Porém, quando há suicídio esta tradição ritualística não acontecerá pelo fato do suicídio ser visto como maldição diante do povo. Outro ponto importante, quando o membro étnico falece, seus compatriotas vão ao enterro para prestar as últimas homenagens e despedidas para com o defunto. Mas, por causa do suicídio, dependendo da religião, os parentes não irão no lugar da morte, não virão ver o corpo nem não participarão do funeral. Outra coisa, culturalmente o corpo deve ser enterrado no mesmo lugar onde o defunto se suicidou. No caso do nosso conhecido, ele não foi enterrado no mesmo lugar, porque a casa onde ele morava era alugada, logo o proprietário não aceitou tal prática, seguramente porque não pertencia a mesma etnia.

Comentários:

Postar um comentário

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |