Bem vindo! Sua interação é importante neste espaço e em nossas vidas. Nosso trabalho não teria tanta relevância sem a ação do Espírito Santo e sem a sua participação. Faça um pouco mais pela causa missionária saindo das quatro paredes. Não limite a sua VISÃO nem o seu campo de atuação ministerial. Escreva-nos, ore, contribua ou divulgue este site. Seja PARTE deste projeto, pois "o nosso campo é o mundo"! Mateus 13.38

Claudemir Silva. Tecnologia do Blogger.

24 de nov de 2015

"O MOUTON, o Porco e o Peixe"!

Burkina é um país predominantemente islâmico, o que fará com que boa parte do povo valorize mais a carne de cabrito (Em frances MOUTON e se ler "muton") do que a carne bovina. Devido as suas crenças, a carne de porco é rejeitada, pois o profeta deles proibiu a sua consumação. Não temos como afirmar, mas tudo nos leva a sustentar que esta interdição se deu com a influência judaica na Arábia ao observarem os rituais de purificação da Lei de Moisés. Portanto, assim como o peixe é a principal "carne" na páscoa para os católicos, o cabrito será o animal mais apreciado pelos muçulmanos na TABASKI, que é a festa do cordeiro no Mundo Árabe. Logicamente que este "gosto" e outras posições doutrinárias provocará implicações religiosas no islã em detrimento dos cristãos. Em resumo a situação seria assim: Eles tem uma língua, um animal, um deus, um profeta, uma fé, um modo de rezar e rituais sagrados a serem cumpridos e nesta cosmovisão, nós cristãos seremos conceituados como infiéis, impuros, imorais, idólatras, profanos e que não oramos. Graças a Deus que em Cristo não estamos limitados a nenhum bicho, estilo de oração, ponto geográfico, dialeto, vestes, denominação, anjo e muito menos à profetas de nenhuma paróquia, porque as Escrituras são suficientes como base para o fundamento da nossa fé. Só o Senhor é Deus, o resto é balela e baal (1 Reis 18.21).  




Comentários:

Postar um comentário

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |